O nariz desempenha uma função importante na composição da harmonia e beleza facial. Alterações da forma, como proeminência do dorso nasal (“giba”) e ponta nasal caída ou globosa (“nariz batata”) estão entre as queixas mais frequentes. O conhecimento detalhado da anatomia do nariz é um dos componentes fundamentais para o sucesso de uma rinoplastia. O nariz é composto basicamente por componentes ósseos e cartilaginosos, que devem seguir uma proporção que se harmonize com a estrutura facial do paciente. A Rinoplastia objetiva alcançar a harmonia facial, através da adequação do tamanho, do formato e da posição do nariz, dentro dos padrões estéticos, preservando e melhorando a função respiratória quando indicado (correção de desvios do septo ou hipertrofia dos cornetos). A cirurgia deve ser individualizada, já que a anatomia de cada paciente possui suas particularidades.

Considerações Técnicas
Os resultados dependem da anatomia óssea e cartilaginosa de cada pessoa e também da espessura da pele que recobre o nariz: indivíduos com pele do nariz mais fina terão resultados mais rápidos e mais evidentes do que pessoas com pele espessa, estas terão que aguardar por mais tempo os resultados e estes quase sempre serão mais limitados. O resultado deve ser sempre natural, não evidenciando haver sido realizada cirurgia. O nariz deve estar em harmonia com o resto da face e a capacidade respiratória mantida.

Procedimento Cirúrgico
A intervenção ocorre sob anestesia local com sedação ou anestesia geral e dura cerca de 60 minutos. Na rinoplastia fechada as incisões geralmente são realizadas dentro do nariz (imperceptíveis) ou escondidas em dobras naturais do contorno nasal (rinoplastia aberta – apenas em casos selecionados). O paciente receberá alta hospitalar no mesmo dia da realização da cirurgia.

Pós-operatório
Normalmente não há dor nos dias que se seguem à cirurgia. Aplica-se um curativo com gesso ou plástico maleável no dorso nasal por 7 dias. É normal ocorrer um pouco de dificuldade respiratória pelas narinas, já que a cirurgia é realizada por dentro do nariz. Edema (inchaço) e equimoses (manchas roxas) são esperados nos primeiros dias. O edema pode levar de 6 a 12 meses para completa regressão, mas o resultado já é percebido precocemente, mesmo apesar do inchaço residual. O paciente retoma suas atividades em 1 semana.

Para mais informações sobre o procedimento faça o download do arquivo em PDF.

Veja também: