Mamoplastia de Aumento / Recuperação 24h / #R24h

As mamas têm atribuições estéticas, sexuais, psicológicas e maternais. Assim, qualquer alteração na sua forma e tamanho pode ocasionar descontentamento. Mulheres que estão insatisfeitas com o tamanho ou tiveram alterações na forma de suas mamas podem obter mamas mais firmes e atraentes com a mamoplastia de aumento. É importante lembrar que o implante mamário nem sempre consegue corrigir a ptose (queda) da mama. Nesses casos, geralmente é necessária associar técnicas de mastopexia (suspensão da mama), que pode ser realizada em conjunto com a inclusão dos implantes.

Considerações Técnicas
Os implantes mamários de silicone possuem uma variedade de formas, texturas e projeções. O implante ideal é determinado pelo estilo de vida, contorno corporal, quantidade de tecido mamário e tamanho e aparência desejados. O implante não reage ou causa prejuízo aos tecidos do corpo, e também não interfere na capacidade de lactação. Trabalhos científicos demonstram claramente que não há aumento na incidência de câncer de mama ou dificuldade para sua detecção após a inclusão de implantes. Os implantes de quarta geração, atualmente utilizados, não possuem “prazo de validade”, sendo indicada a troca ou remoção na dependência dos comemorativos evolutivos.

Procedimento Cirúrgico
A mamaplastia de aumento é um procedimento cirúrgico que deve ser realizado em centro cirúrgico de hospitais ou clínicas especializadas. A incisão (e consequentemente a cicatriz pós-operatória) pode ser posicionada ao redor da aréola, no sulco infra-mamário ou na axila. O implante pode ser posicionado por baixo do músculo peitoral, por baixo da glândula mamária ou pela técnica “dual-plane”, que é uma combinação das anteriores. Cada técnica cirúrgica apresenta vantagens e desvantagens, devendo a escolha ser feita em conjunto pelo médico e pela paciente. A técnica anestésica pode ser: local associada ao uso de sedativos, peridural ou geral. A duração do procedimento é de 1 a 2 horas e a alta hospitalar geralmente ocorre no mesmo dia da cirurgia após algumas horas de observação.

Pós-operatório
Dores e desconfortos são facilmente manejados com analgesia por via oral.O retorno das atividades é gradual e depende de cada pessoa. Atividades diárias geralmente são retomadas em 7 dias. Deve-se evitar esforços da região peitoral e dos membros superiores pelo período de 30 dias e utilizar o sutiã modelador durante esse período. Exercícios físicos com membros superiores (musculação, natação,..)devem ser iniciados a partir de 45-60 dias. A avaliação das cicatrizes, consistência, volume e posição da mama apenas poderá ser realizada após um período de 3 meses, quando os implantes estiverem adaptados e o inchaço tiver desaparecido por completo.

Para mais informações sobre o procedimento faça o download do arquivo em PDF.

Veja também: