Endomidface/Endobrow

A partir da quarta década de vida, as modificações faciais incluem perda do volume e flacidez dos tecidos, com desenvolvimento de rugas e descenso dos supercílios e “maçãs” do rosto. O lifting endoscópico facial do terço médio e superior pode ajudar a diminuir essas marcas do envelhecimento, abordando os músculos da face, fronte e pálpebras, reposicionando os tecidos e deixando a aparência mais firme e jovial. É comum a associação de cirurgia das pálpebras.

Procedimento Cirúrgico
Com o paciente sob anestesia local com sedação ou anestesia geral, o cirurgião fará de três a cinco incisões curtas escondidas pelo cabelo, onde o endoscópio, que se assemelha a uma caneta com uma câmera na ponta, será inserido. Com auxílio do endoscópio, conectado a um monitor de tevê, as estruturas a serem tratadas são abordadas uma a uma, com instrumentos específicos. Os pontos são removidos em uma semana, e em dois dias o paciente poderá voltar a lavar os cabelos.

Pós-operatório
A recuperação pós-operatória tende a ser rápida e tranquila. Nos primeiros dias pode apresentar edema (inchaço) e equimoses (manchas roxas) na face. O retorno ao trabalho acontece de 7 a 10 dias. Atividades físicas são liberadas após 30 dias e exposição ao sol após 2 meses, sempre atentando para uso do filtro solar. Como o processo de cicatrização é diferente em cada pessoa, o resultado final pode demorar meses.

Para mais informações sobre o procedimento faça o download do arquivo em PDF.

Veja também: